poesia

Let’s call the wind

O vento que canta na beira do mar

é o vento que traz vozes de quem se foi,

de quem está longe, é vento da saudade,

é o abraço da nostalgia.

………………………………..

The wind that sings by the sea

it’s the wind that brings voices of who’s gone,

of the one who is far away, it is the wind of longing,

is the embrace of nostalgia.

 

Anúncios
poesia

Mon terrible enfant

Eu te amo
Longíquo
Imaginado
Platonico

Eu te amo
Pelo olhar verdejante
Pela curva do canto do teu sorriso
Pelo refúgio do teu abraço

Eu te amo
Pelas noites de conversas intemináveis
Pela paz que inunda meu coração
Pelo mar que se abre cá dentro

Eu te amo
Noturno
Marítimo
Invernal

 

 

 

Receitas, receitas&memories

Pirozhki

Portuguese/English

É uma das receitas de origem russa que eu mais gosto, minha avó fazia com carne, eu comia como se não houvesse amanhã . Pirozhki é o plural de pirozhok e pode ser traduzido como “pequena torta”. É impossível comer um só deles. A receita que estou compartilhando é feita com repolho, mas existe a versão feita com batatas, com carne e algumas com peixe, todas são deliciosas. Separe uma tarde para fazer pois dá trabalho. Colocarei mais fotos nas proximas semanas, pois não tirei fotos da preparação, somente a final. E virou o lanche que minha filha mais gosta de levar pra escola.

It is one of the Russian recipe that I like more, my grandmother made with meat, I ate as if there was no tomorrow. Pirozhki is the plural of pirozhok and can be translated as “little pie”. It is impossible to eat only one. The recipe I am sharing is made with cabbage, but there is the version made with potatoes, with meat and another made  with fish, all versions are delicious. Set aside an afternoon , this recipe takes time. I will post more photos  next weeks, because I did not take photos from the preparation, only the final pic. Pirozhki turned into the favourite snack of my daughter, she loves to take them to eat at school.

Ingredientes Massa:

  • 1 1/2 xícaras de leite
  • 3 colheres de sopa de manteiga derretida
  • 1 ovo grande
  • 1/2 colher de fermento biológico seco
  • 1/2 colher de sopa de açucar
  • 1/4 de colher de sopa de sal
  • 2 1/2 a 3 xícaras de farinha de trigo

Ingredientes para o recheio:

  • 1/2 repolho medio cortado finamente
  • 2 cenouras médias raladas
  • 1 cebola grande picada
  • 5 a 7 cogumelos fatiados fino
  • 1 pimentão vermelho cortado finamente
  • 1 colher de chá para de sal, para pimenta do reino e para paprica picante (pode colocar mais dependendo do gosto, se quiser mais picante ou não)
  • 3 dentes de algo cortados bem fino
  • óleo para refogar (pode ser canola, girassol, etc.

Ingredients for  Dough:

  • 1 1/2 cups milk
  • 3 tablespoons melted butter
  • 1 large egg
  • 1/2 tablespoon dry active yeast
  • 1/2 tablespoon sugar
  • 1/4 teaspoon salt
  • 2 1/2 to 3 cups all-purpose flour

Ingredients for Filling:

  • 1/2 small head of cabbage, shredded
  • 2 medium carrots, grated
  • 1 large sweet onion, diced
  • 5 to 7 white mushrooms, diced
  • 1 large red bell pepper, diced
  • 1 teaspoon each: salt, ground black pepper, smoked paprika
  • 3 garlic cloves, finely minced
  • 4 cups canola oil, if frying

Modo de preparo:

  1. Aqueça um pouco o leite até amornar, Coloque numa vasilha grande e adicione o açucar e o fermento, misture. Deixe  descansar por uns 5 minutos (para o fermento começar a agir). Misture então, o sal, o ovo e a manteiga até homogenizar. Adicione lentamente a farinha, já peneirada, uma xícara por vez e mexendo (adicione um pouco, mexa, adicione mais e assim por diante). Até obter uma massa macia e homogenea. trabalhe a massa numa bancada até que fique bem macia. Transfira para um bowl com óleo, cubra e deixe descansar por mais ou menos uma hora, num local mais aquecido (eu uso o microondas com um copo de agua quente), até a massa dobrar de tamanho. A massa pronta deve dividida ao meio, as duas metades cortadas ao meio até que se obtenha 16 pedaços, que devem ser trabalhados com o rolo de massa numa superficie enfarinhada, deixar com uma espessura de no max 1 cm , formato quadrado.
  2. Enquanto isso prepare o recheio. Aqueça uma frigideira grande , coloque o óleo e em fogo médio refogue a cebola e a cenoura, até dourarem. Acrescente o pimentão, o alho e os cogumelos, cozinhe por mais 5 minutos. Em uma outra panela maior, coloque esta mistura e o repolho, os temperos (sal, pimenta e paprica) e  misture bem. Deixe no fogo com a tampa de 18-20 minutos, até que o repolho fique macio. Durante este tempo acerte o tempero se necessário. Transfira para um bowl ou a frigideira que usou e deixe esfriar. O recheio ve ser usado frio.
  3. Coloque óleo numa panela mais funda, o suficiente para cobrir (mais ou menos uns 5 cm, depende da panela), o’óleo deve ser  aquecido no fogo médio/baixo.
  4. Para cada pirozhok deve ser usado uma massa de mais ou menos 15cm, no centro colocar 2 colheres de recheio, entao fechar as bordas do meio até as laterais  pinçando (devem ser muito bem coladas para não abrir).
  5. Frite um por vez no óleo já quente, de mabos os lados até que fiquem dourados. Coloque num prato com papel absorvete. Depois é só arrumar e servir.

Instructions:

  1. Warm milk in microwave or on stove top until lukewarm to touch. Pour into a large bowl and whisk in sugar and yeast. Let the mixture stand for 5 minutes. Whisk in the salt, egg, and melted butter until smooth. Gradually start adding flour 1 cup at a time, forming a very soft but not sticking dough. Turn out onto well-floured work surface and knead for several minutes until smooth. Place dough into large, oiled bowl and cover with towel. Let dough proof until doubled in size, about 1 hour. Punch dough down and divide into 16 even pieces. Keep on well-floured surface and covered.
  2. Meanwhile, prepare the filling. Heat a large frying pan with several tablespoons of canola oil to medium heat. Add carrots and onion and sauté until golden brown. Add bell pepper, garlic and mushrooms to pan and continue cooking for another 5 minutes. Place mixture along with cabbage and seasonings into large pot or Dutch oven and stir until well combined. Cover with lid and braise over medium/low heat for 18 to 20 minutes until cabbage is tender. Remove from heat and let cool before using.
  3. Pour oil reserved for frying into a large, flat deep sauté pan so it comes up 1-inch. Heat over medium/low heat.
  4. For each piroshok, roll out 1 piece of dough on floured surface into 6-inch circle. Place approximately 1/4 cup filling in the center of prepared dough and seal dough on the top by pinching together and bringing sides in (resembles a large, flat dumpling).
  5. Place piroshky 2 to 3 at a time into the hot oil, seam-side down first. Fry over low/medium heat, several minutes on each side until golden brown. Remove onto paper towels to drain excess oil and cool before serving.

 

Eu usei o repolho roxo, mas creio que esteticamente o repolhe verde fica melhor. O gosto é o mesmo.

I used red cabbage, but I think aesthetically it gets better with green cabbage The taste is the same.

 

20171116_100757

Ditadura Nunca Mais, politica

Cálice

Hoje, falando com alguns amigos para avisar que vou dar um tempo do fascistabook, descobri que alguns deles foram mandandos embora do emprego devido as suas inclinações de esquerda. Nucleos anarquistas tem sido invadidos, pessoas conhecidas tem sido presas e não sai nada nos jornais. Até mesmo a ONG feminsita para qual escrevo, eventualmente, foi assaltada e de lá levaram computadores.

Amigos professores universitários tem sido ameaçados no mundo real e virtual. Tentaram agredir uma filosofa renomada mundialmente que foi dar uma palestra em São Paulo,   do lado de fora do local, uma boneca com o rosto dela foi queimada, ao gritos de  “queimem a bruxa”. Perseguiram Judith Butler até no aeroporto.

Chove em Auckland hoje, chove gelo. Chove em minha alma, chove uma saudade de um país que um dia conheci, mas não reconheço mais.

Atordoado eu permaneço atento

Na arquibancada pra a qualquer momento

Ver emergir o monstro da lagoa”

Uncategorized

De volta para casa

As vezes eu só quero ir para casa

Não a casa de tijolos,

Não o lugar-comum.

Digo, a casa verdadeira

Onde caminho desnuda e livre.

A casa onde nasceu uma menina de riso facil

Que corria mais rapido que o vento.

Percorri caminhos tão tortos

Já nem sei ao certo a estrada de volta.

Cansei do “museu de grandes novidades”

Que pulam por toda parte a todo momento.

Um infinito mar de informaçoes desiludidas e perdidas.

Um milhão de opiniões vazias sobre o tudo e o nada

Falando sem parar na esperança de aplacar

A solidão de suas almas.

E derramam, descuidadas, sua ira por toda parte.

Uma multidão de almas quebradas, cegas e surdas

Que gritam o tempo todo.

Só quero ir para casa e reencontrar meus livros

E o coração que deixei por lá, em algum canto.

 

marta
Marta Orlowska, Artist

 

 

contos

Lost Pearls

A primeira vez que encontrei uma delas eu tinha 7 anos. Ganhei de minha mãe um exemplar do Pequeno Príncipe comprado em uma loja de livros usados, na contra-capa estava escrito: ” E eu amarei o barulho do vento no trigo”. Eu não compreendi direito, mas ao ler o livro aquela frase ficava catarolando em minha cabeça e volta e meia aparece aqui em meus pensamentos . E este foi o primeiro de muitos tesouros encontrados em livros usados. Frases perdidas escritas com letras de desconhecidos, pequenos bilhetes com anotações, petalas de flores , mensagens para mim, preciosidades deixadas por conhecidos e desconhecidos que caminharam por aquelas folhas de livros como eu caminhei um dia.

Do baú de minhas memórias retiro e compartilho aqui alguns dos mais caros tesouros: uma petala de rosa seca que ao abrir o livro num sebo, caiu no chão e se perdeu, mas deixou sua marca vermelho-marrom na página do poema que viria a ser o meu predileto de Maiakovski; uma carta de minha mãe, escrita antes de eu nascer para mim , na carta ela falava sobre um mundo melhor, mais igualitário, um sonho anarco-socialista  onde eu, sua filha , viveria mais feliz ; uma entrada para um concerto de Chopin no teatro Municipal do Rio de Janeiro, concerto que meu avô deve ter ido pouco antes de conhecer minha avó, na programação 2 peças que eu adoro desde pequena; um cartão postal de Recife contendo a frase “saudade de mim mesmo”, que nunca foi enviado; receita de um chá de rosas que a autora afirma curar um coração partido e o mais recente, num livro de jardinagem encontrei uma receita natural para usar no caso do limoeiro estar com alguma praga (o pé de limão aqui do jardim parece estar doente).

“Não acabarão com o amor,
nem as rusgas,
nem a distância.
Está provado,
pensado,
verificado.
Aqui levanto solene
minha estrofe de mil dedos
e faço o juramento:
Amo
firme,
fiel
e verdadeiramente.”

Maiakovski

036-lilya-brik-theredlist
Poster for the film Zakovannaya filmoi

 

Uncategorized

Tortillas Buena Onda

Fazia tempo que eu estava querendo fazer um jantar mexicano, mas sem aquelas coisas já pré prontas e industrializadas. Então, bolei um jantar bem simples mas delicioso com dois pratos típicos de lá : guacamole e tortillas de carne.

Seguem minhas receitas

 TORTILLAS

Ingredientes para a massa:

  • 625 g de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 2 colheres (chá) de fermento em pó
  • 1/4 colher (chá) de sal
  • 350 ml de água fervente

Modo de preparo:

  1. Em uma vasilha grande, misture a farinha de trigo, o fermento e o sal. Junte a manteiga aos ingredientes secos. Pouco a pouco, adicione a água e mexa a massa com as mãos, até que conseguir formar uma massa macia. Talvez você não precise usar toda a água.
  2. Em uma superfície enfarinhada, sove a massa por alguns minutos até que ela fique mais macia e elástica. Transfira a massa para a vasilha grande e pincele-a com óleo. Cubra a vasilha e deixe que a massa descanse por 20 minutos. Eu deixo dentro do microndas com um copo de 200ml de agua quente (minha estufa caseira).
  3. Faça bolas do tamanho de bolas de golfe. Abra cada bola de massa no tamanho e na espessura que desejar, formando as tortillas.Nao deixe muito grossas pois ficam mais dificeis de colcoar o recheio.
  4. Em uma frigideira pesada, de ferro já quente, coloque 1 tortilla de cada vez. Quando começar a formar bolhas, vire-a e cozinhe por 1 a 2 minutos. Mantenha as tortillas empilhadas e embrulhadas em um pano de prato limpo, para que fiquem aquecidas.
  5. Como a receita dá para muitas tortillas se vc preferir não fazer todas, podem ser guardadas na geladeira (coloque entre uma e outra um filme plastico, e feche bem para não entrar ar, pode ser com um pacote de zip ou mesmo em filme plastico bem embalado)

Ingrediente do recheio:

  • 500 gr de carne picada com a faca em pequenas tiras.
  • 2 colher de massa de tomate
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 4 colheres (sopa) de milho cozido (opcional, eu usei de lata mesmo)
  • sal
  • pimenta jalapeno picada sem sementes (se não tiver, use algum molho de pimenta, 1 ou 2 colheres dependendo do quanto quiser de picante)
  • queijo cheddar ralado
  • alface cortada em tiras bem fininhas (opcional)

Modo de Preparo:

  1. Frite a cebola no azeite até quase ficar transparente. Acrescente o alho e a pimenta japeno e deixe dourar (se não tiver a pimenta, adicione o molho de pimenta junto com a massa de tomate -item 2).
  2. Acrescente a carne e o molho de tomate. A carne costuma soltar liquido, quando já estiver quase secando, acresdente agua até cobrir a carne. Tempere com sal.
  3. Acrescente o milho
  4. Deixe cozinhar até secar. Teste o tempero durante o cozimento e ajuste se necessário. A carne deve estar macia e picante.

Como montar:

  • Em cada tortilla já assada, coloque 2 colheres de sopa da carne, um pouco de cheddar.
  • Após preparar a quantida que deseja, leve ao forno por 2 minutos para que o queijo derreta
  • Tire do forno, coloque a alface já picada. Sirva.

 

GUACAMOLE

Ingredientes:

  • 3 avocados amassados com o garfo
  • 2 tomates sem sementes, picados em cubinhos
  • 1 cebola média roxa picada
  • sal e pimenta
  • suco de 1 limão (mais ou menso 40 ml, mas pode ser mais, eu vou provando e acrescento se necessário)
  • salsinha picada na hora

Modo de Preparo

  1. Misture bem o tomate e a cebola ao avocado já amassado.
  2. Acrescente o suco de limão, o sal e a pimenta. Ajuste se necessário
  3. Acrescente a salasinha
  4. Leve a geladeira por mais ou menos uma hora (eu prefiro gelado, mas pode servir assim que preparar).

20171103_195203