Wind, i hear your voice again

Hoje o vento assoviou nos meus ouvidos. Veio me avisar sobre as coisas a que não posso me furtar. Ah, como eu amo as vozes que vêm com o vento. Não posso mais viver a vida neste imutavel cotidiano, meu espírito é livre demais para isso, e tem sofrido com isso.

 As pessoas erguem muros altos, muros feitos com medo , medo de mudanças, medo de que alguém as veja com realmente são, medo de serem feridas. Não percebem que estes muros não possuem sequer uma fresta, por onde o vento possa passar. Elas não escutam mais os ventos.

Eu tenho muito para pensar…

Um comentário sobre “Wind, i hear your voice again

  1. eu não tenho nunca tive nunca vou ter muros à minha volta e o mais engraçado é que sempre fui capaz de derrubar os que me interessavam por issso eu vou com o vento que passa.
    dava um ano dos que o meu cancro me deixar para te conhecer e te ensinar a derrubar muros.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s