Cirurgia de tireóide

Há dois dias realizei a cirurgia na tireóide (1/07/2010). Pelos exames havia suspeita que o nódulo fosse maligno.

Por isso houve necessidade de cirurgia, durante a cirurgia  foi realizada uma nova biópsia, conclui-se que não era maligno e sim uma tireoidite.

Aqui segue um desabafo  do  que foram e têm sido estes dias.

a descoberta

Qdo descobri o nódulo minha mãe ainda estava internada(junho de 2009), semanas depois veio a falecer.Realemnte, eu não tive cabeça de correr atrás de exames. Também estava numa fase conturbada com muito trabalho. Praticamente esqueci que tinha alguma coisa na tireóide. A perda da minha mãe doia tanto que eu não conseguia pensar em nada.

a burocracia

quando finalmente resolvi ver o que estava acontecendo, esbarrei com a burocracia de nossos convenios. Muito se engana quem, pensa que só pq tem seguro de saúde, não terá problemas  de espera para realizar consultas, exames, etc. Tentei usar o convenio de meu emprego (CarePlus), e por mais de 3 meses negaram o pedido feito por um médico deles mesmo para biópsia do nódulo em minha tireóide. Acabei entrando no convenio de meu marido (SulAmerica) e só então consegui a autorização para fazer o exame. Se fosse algo maligno, talvez fosse tarde demais.

a constatação

fiz a biópsia.Pra quem não sabe, o exame é bem desconfortável, colocam uma agulha enorme e sem anestesia através do pescoço. Um pedacinho do nódulo é retirado e então se faz a análise. Não chega a ser uma dor insuportável, mas é bem desconfortável. Após 3 dias veio o resultado: lesão folicular, portanto era inconclusivo, e havia a suspeita de malignidade.

a negação

bem uma vez que constatei que não poderia só acompanhar por ultrassom e teria que operar, pela primeira vez senti medo…um medo paralisante, horrível, uma sensação de não ter mais poder sobre minha vida. Então comecei a protelar procurar um médico. Passei a questionar sobre os médicos, é uma cirurgia delicada um erro e pode-se pegar estruturas nobres, como artérias, nervos, é uma sensação avassaladora de que de repente sua vida pode acabar em segundos.

a aceitação

acabei vendo um médico do convênio do meu marido mesmo. Não que eu tenha morrido de amores por ele, mas cansada de ter medo eu só queria resolver logo, pro Bem ou para Mal queria que minha angústia acabasse. Nas horas antes da cirurgia bateu um medo terrível, eu rezei muito, pedi a Deus como há tempos não pedia. e senti, como a tempos não sentia Sua mão junto a minha.

a cirurgia

foi tudo bem, só uma parte da tireóide foi retirada, não havia sinal de malignidade. Foi feito um corte de 8 cm no meu pescoço.

o pós cirúrgico

está sendo…no dia senti dores horríveis, nem o tramal resolveu, alias piorou, tive reação, tive náuseas, tonturas, foi uma noite infernal. Já fazem 2 dias, continuo com dor, menos do que no primeiro dia, mas ainda tenho dificuldade para falar, mover a cabeça, deitar, etc. É muito limitante.Mas estou viva , isso é o que importa. Agora serão dias em repouso e para pensar no que pretendo fazer da vida. Percebi que a vida é preciosa demais, cada coisa pequenina é importante, cada segundo, e eu não quero mais dispediçá-los ao lado de pessoas pequenas. pessoas que tem medo. É uma decisão que tomei.

dias depois

ainda com dor, nossa heroina resite a mais um dia bravamente. Hj fui ao médico trocar o curativo, devo ficar em casa por mais uma semana. A cicatrização está ok. Ainda tenho dficuldade para comer e se falar demais sinto dor. Mas sinto um alivio enorme, um peso foi tirado de mim.

2 comentários sobre “Cirurgia de tireóide

  1. Olá Bom Dia

    Pode para ti não parecer verdadeiro mas para quem conviveu contigo durante algum tempo em 2003 e 2004 e que gostou mto de ti, foi com muita dôr que li o teu texto. Saber do sofrimento da mãe e depois da tua desta forma tão profunda deixou-me aqui sentado a olhar para a janela e vendo como a vida é pequena e em certos momentos muito mas muito grande.
    Senti profundamente a tua dôr como a senti qdo escorregaste numa escada e ias partindo o teu joelho.
    A saúde é assim mesmo e a assistência médica aí só funciona bem para os bons planos de saúde. Aqui a situação da saúde, que até há bem poucos anos era maioritáriamente pública ficou igual à do Brasil, e todos têm de ter um plano privado que está londe de ter as capacidades da privada de São Paulo.

    Lembro-me de ti muito saudável e cheia de vida, mas certamente que esse teu contratempo vai passar e vais ficar bem e mais segura de ti, pois tu és mto boa em muitas coisas e certamente essa força interior vai ser bem maior do que a dôr fisica que vai passar rapidamente.
    As melhoras e um beijinho de saudade.
    Ezequiel

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s