Fabricando uma pessoinha

Depois que descobri que estava gravida, os meses passaram rapido , a barriga virou barrigão. Passei alguns estresses desnecessários durante estes meses, da próxima vez farei diferente, não vou trampar tanto com certeza, e só vou me rodear de gente do Bem. A gravidez me fez olhar a Vida com outros olhos, aprendi a dizer mais “não” e deixar bem claro o que quero. Fiquei mais seletiva quanto as amizades, me afastei educadamente de gente que não me fazia bem. Manter nossa energia equilibrada é muito importante nesta fase.

A gravidez nos transporta para um estado de espírito único, vivemos num univesro paralelo, onde tudo ganha um sentido maior, um quase êxtase.

Eu perdi a conta das vezes que me peguei chorando de felicidade.

E os meses foram passando, nos 2 ultimos meses sentia feijolita mexer muito, era uma delícia!!!

Quando eu estava alegre sentia ela calma, se algo acontecia e eu ficava nervosa, ela chutava mais. Esta ligação da díade mãe-filho é algo fantástico, mágico mesmo.

Não curti tanto a gravidez por conta do trabalho, e de boa não vou nunca mais dar a impotância que dava a ele. Preciso sim da grana, mas preciso também viver momentos que o dinheiro não compra, me arrependo muito de ter dado ouvidos a pessoas que se enchiam de orgulho ao dizer que tramparam até o ultimo dia. Cada um é de um jeito, eu respeito quem toma este tipo de decisão, mas de boa não quero pra minha vida esta loucura. Meu ritmo é diferente.

Com a barriga cada vez maior, passei a ter dificuldades para dormir, tudo o que eu queria era uma cama com um buraco que coubesse minha barriga e eu pudesse dormir de bruços!!! Outra coisa que aconteceu comecei a inchar bastante, as sessoes de drenagem passaram a ser 2 x na semana, e mesmo assim tive que usar as maravilhosas meias Kendall….gente o que é aquilo??? aquela cor que nem minha avó usaria!!! e colocar aquela coisa alienigena depois do banho?? quem consegue, acabei rasgando uma  certa vez.

calcinhas para gravidas, o paraiso do mau gosto

com a barriga cada vez maior, as calcinhas que usamos no dia a dia passam a incomodar, apertar, enfim é chato. La fui eu procurar as calcinhas-cuecas da mulher maravilha. Quase tive um enfarto, nas primeiras lojas só encontrava umas calcinhas gigantes cor-da-pele, tudo igual e carissimas!!! deviam era me pagar para usar aquilo!!! enfim depois de muito procurar achei na Alo Bebe, calcinhas de cores diferentes, confortaveis e a um preço justo, mas também eram enormes, me senti Diana, a mulher maravilha com suas poderosas cuecas para fora do maiô.

Humm talvez seja por isso que os homens sejam tão aficcionados por grávidas, no inconsciente coletivo, toda gravida lembra a mulher maravilha hahahaha

os exames de ultrassom

cada exame é uma expectativa, esperava loucamente todo mes pra dar uma olhada em minha feijolita. Mas é fato que o primeiro exame, onde vc ouve o coraçaozinho batendo pela primeira vez, é algo maravilhoso, é divino, choramos de emoção. Eu ficava colocando o dvd pra escutar varias vezes depois. e a cada mes vc ve como o bebe esta crescendo , se formando, é sensacional. Amei cada ultrassom.

a cereja do bolo

tivemos que mudar de apartamento no sétimo mes, eu com uma barriga enorme não podia carregar peso…até hj ainda temos caixas fechadas da mudança pela casa!!! Cachorro ficou doente , mil caixas pela casa, eu passando mal com pressão baixa , o horror!!! ainda nos dois primeiros dias abrigamos uma familia de gatinhos(mae e 5 filhotes ) resgatados pela minha irmã, mas isto nao foi nada perto de ter que abrir e arrumar as ciaxas que não paravam de chegar.

o ultimo mes

foi o pior de todos, por conta do barrigão dormi muito mal neste ultimo mes, tambem inchei pra caramba, teve dias que meus pés doiam do inchaço, tive muitas dores nas costas. Digamos que meu marido não é um expert em massagens , alem de não gostar mesmo de fazer,e eu tinha que me virar por conta própria. Isto foi bem chato. Mas o pior de tudo feijolita estava sentada!!! Meu desespero crescia dia após dia, descobri muito tarde que se tivesse feito alguns exercicios, massagens, teria chance dela virar, infelizmente não tive orientação neste aspecto e quando descobri era tarde demais. Tb no oitavo mes o liquido aminiotico diminuiu bem, em parte por conta de eu não ter feito repouso e trampando feito uma louca. Me senti pessima, super culpada, chorava  de tristeza por ter que fazer cesarea.  Para quem não sabe sou adepta ferrenha e xiita de partos naturais, a cesarea para mim só em ultimo caso, não me conformava em ter que passar por isto, na semana do parto comi que nem uma louca de nervoso, chorei muito, tive enxaquecas  terriveis. Na vespera nem dormi , esperando um milagre, que minha nene virasse, que a bolsa rompesse, qualquer coisa…mas nada aconteceu,no dia quer era pra ser super mega especial, me senti indo para um matadouro. A única boa notícia é que minha médica me disse que mesmo com cesarea eu poderia ter o segundo filho de parto normal. Senti do fundo do meu coração que minha filha não estava preparada para sair, que não era a hora, que estava indo contra a Natureza.

2 comentários sobre “Fabricando uma pessoinha

  1. Linda história, mas… maldade parar na hora H, na hora de ir para a sala de parto!

    Nasceu bem? Menina? Passa bem? Que nome ganhou? E você, suportou bem as primeiras semanas pós-parto? Quem sabe uma foto da feijolita?

    1. paerei na hora H ne? com dona feijolita não da pra escrever muito, alem disso quero complementar o proximo post com algumas orientações para as futuras mamaes nao cairem no conto de “só a cesarea salva” como eu cai…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s