Morar em Buenos Aires

Muitos amigos me perguntam como é a vida em Buenos Aires. bem, a pergunta não é tão simples e certamente minha resposta pode não ser a mais verdadeira se comparada a opinião de outros moradores daqui. Mas aqui deixo minhas impressoes:

  1. segurança: no geral a cidade é segura, existem assaltos mas normalmente não vem com a violencia que estamos acostumados no Brasil. Há menos assaltos seguidos de morte. Normalmente o que há é trombadinha que leva bolsa, carteira ou celular pelas ruas e nos transportes publicos. Eu até agora nunca fui assaltada, já andei algumas vezes a noite a pé no meu bairro, ou mesmo voltando de cursos em onibus e foi tudo muito tranquilo. Moramos num apartamento, mas tenho amigos que moram em casas e em geral relatam não ter grandes problemas(ninguem deixa a porta aberta, mas nem de longe tem-se a neurose da vida em sp por exemplo)
  2. transporte publico: nós vivemos próximo ao metro. Utilizo demais o transporte publico, tanto metro , trens e onibus cortam toda a cidade. Porém se vc decidir morar onde eles chama de provincia, que são bairros fora da chamada CABA (cidade autonoma de Buenos Aires), bem ai pode ser que não seja tão simples assim. No geral há trens e onibus, mas voce perderá mais tempo. Se for vir morar ou passar um tempo aqui, sugiro comprar um cartão que voce pode recarregar com a quantia que desejar e serve para todos os transportes publicos, facilita demais a vida. O cartão SUBE pode ser recarregado em lotericas ou nas estações de metro. Há uma lista de lugares onde voce podeadquiri-lo, segue o link :  www.sube.gob.ar/centros-de-obtencion. Sem ele voce não consegue utilizar o transporte coletivo(trem, onibus ou metro), não adianta levar dinheiro, não vão aceitar. Em outro post falarei mais sobre transporte publico.
  3. assitencia medica/odontologica: no geral é muito boa, inclusive a saúde publica aqui é de excelencia. Voce pode conseguir um plano de saude ou pode usar os serviços publicos, se vc mora na capital ele funciona muito bem. Todavia tenha em mente que para ter acesso a saíde publica voce necessita do DNI (ainda que provisório). Já serviços odontologico voce tem que pagar. No geral os profissionais aqui são muito bons. Pode ser que este panorama venha a mudar nos próximos anos, ja que o atual governo do Macri anunciou cortes grandes para a saude e muitos hospitais referencia já estão prevendo diminuir os atendimentos.
  4. escolas: há uma variedade enorme de escolas pra quem tem filhos, as particulares aqui normalmente são bilingues. Se voce esta com toda documentação em dia e chegar em tempo de obter vagas para seu filho em escola publica, eu indico. O ensino publico aqui é muitissimo bom. Há escolas publicas que oferecem até natação. Minha filha estuda numa Waldorf, temos preferencia por esta pedagogia. Mas eu a colocaria numa escola perto de casa que sempre passo tranquilamente.nós chegamos aqui no meio do ano e ai não há como conseguir vagas). O preço das escolas particulares é ridiculo perto do Brasil, a escola da minha filha que é considerada cara para os padrões daqui custa 2300 pesos (seria mais ou menos algo em torno de 700 reais).
  5. cultura: uma das cidades mais ricas culturalmente. Em outro post falarei em mais detalhes. mas aqui voce encontra museus sempre com exposições interessantes, boas peças de teatro, cinemas, muitos musicais, apresentações de dança, e concertos de musica classica de ótima qualidade
  6. animais de estimação: voce vai perceber que os argentinos tratam seus animais como filhos. Há um respeito enorme por animais aqui, em Buenos Aires voce quase não ve animais de rua, e muita gente que adota vira latas. Pessoas que tem o hábito de maltratar animais não são bem vistas por aqui. Há ótimas clinicas veterinarias e ótimos pets pra dar banho. Voce também verá que fogos de artificio são bem raros, pelo motivo que: assustam os animais.
  7. restaurantes/bares: então há uma gama enorme deles por toda cidade, o argentino curte comer fora. Vou fazer um post com indicação de varios. Mas já aviso, se voce como eu curte uma comida apimentada, vai sofrer aqui, eles não gostam de pimenta, a pimenta usada aqui é muito suave. No geral, eles economizam bem nos condimentos. E aqui pagar caro, nem sempre é sinonimo de comer bem.
  8. parques: o argentino usa mesmo os espaços publicos. Aos finais de semana os parques ficam cheios. Desde gente que vai andar de bicicleta, patins, levar as crinças pra brincar nos parquinhos pra crianças(tem varios pela cidade, muitos mesmo), gente que vai tomar sol de biquini, gente que vai ler livros e deitar no gramado, gente que vai com a familia fazer picnic. Os parques semrpe estão cheios e é uma ótima oportunidade pra ocnhecer o estilo de vida argentino, conhecer pessoas. Sugestão: compre uns sanduiches de miga, leve algo pra beber, uma cadeira ou uma canga e passe o dia num parque.
  9. mercados: aqui diferente do Brasil, há poucos supermercados grandes. O mais comum são mercadinhos de rua, onde num voce irá encontrar frutas, no outro peixes, no outro carnes, padarias, casas especializadas em frios, pequenos mercados pra compraas em geral. Aquelas coisas enormes tipo Pao de açucar, Extra onde voce compra tudo num só lugar existem, mas são bem poucos. Eu acho mais simpatico estes pequenos mercados, com varios tesouros a descobrir, onde voce fica amiga do dono e ele te dá receitas, dicas de outras lojas , etc. Há feiras também como no Brasil, depois escrevo sobre algumas
  10. vestuario: as roupas aqui são bem mais em conta, porem fique atento, infelzimente aqui as marcas mais famosas, são também as marcas ligadas a denuncias de trabalho escravo. Há locais conhecidos pelo nome de comercio justo, onde se encontra muita coisa legal e boa. Em outro post falarei deles.
  11. diaristas/faxineiras: aqui as diaristas cobram por hora. Voce até pode encontrar quem aceite trabalhar por mes. Mas já aviso aos brasileiros que curtem “dar um jeitinho”, aqui o pessoal é bem mais esclarecido em relação a direitos trabalhistas, quer uma empregada por mes,todos os dias? Vai ter que pagar tudo direitinho, inclusive 13°, ferias, horas extras. Por cobrarem por hora fica bem caro vc ter alguem com muita frequencia, o que a maioria das pessoas fazem é pagar um faxineira por periodos(1 ou 2 manhas na semana). E mesmo a diarista que pagamos tem direito a um 13°.

No geral tenho amado morar aqui, o povo é querido, simpatico e muito amavel. Não temos tantas diferenças no que diz respeito a comida. Os costumes não são tão diferentes. Nos posts posteriores falarei de cada item com mais detalhes.

Uma sugestão sempre valida para quem quer mudar de pais: venha visitar antes, não um fim de semana, venha com tempo 15 dias, um mes. Venha não só como turista, venha para expirementar o transporte publico, falar com as pessoas, conhecer os lugares não turisticos(mercados, padarias, etc).

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s