Devoro estrelas para te encontrar

Alta noite, uma chuva dedilha notas nas cordas do vento,

Gotas azuis desenham vitrais aleatórios na janela

E enquanto Debussy toca Arabesque

Eu olho para o abismo buscando teus olhos

Noite, minha dançarina predileta

Me concedas mais uma dança,

Me permita devorar tuas estrelas e criar a escuridão absoluta

“Leise flehen meine Lieder durch die Nacht zu dir”

Et dans les eaux noires je continue à chercher pour tes yeux

Estes teus olhos caleidoscópicos onde minha alma se vê

Inteira, camleoa, mutante, liquida

Nua, nua, nua…

O relógio parou junto com o tempo

A chuva não, escorrega para dentro de meus poros

E  teu gosto de jasmin inunda minha boca.

rain | rhythm

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s