poesia

No quiero dicer adiós a Malena

Posso te pedir um favor hoje?

Esquece teus olhos sobre os olhos meus

Preciso beber de teu amor

Deixa eu te ensinar meu idioma

Aquele que não usa palavras

Aquele da caixinha de musica que só toca silencios

Queria brincar contingo de fazer nuvenzinhas com minha respiração num dia frio

E com  a ponta do teu nariz  gelado, voce iria me fazer cócegas na nuca

E depois me darias um beijo no canto da boca

Naquele canto, onde forma uma curva quando começo a sorrir

Ando tão triste, uma tristeza marina

“Por qué desde esa noche Malena no cantó…”

Preciso tanto de teus braços para me esconder

Então, por favor nao te esqueças

De esquecer teus olhos sobre os olhos meus

Por um instante, pela eternidade

Vem caminhar na escuridão de meus negros olhos

Não tenhas medo de minha alma labirintica.

 

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s