Buenos Aires, mí amor

Buenos Aires, mais que amada

Meu amor por ti vem de tempos antigos

Quando meus avós, refugiados da Europa.

Por teus bairros  caminhavam,

Assim como eu caminho hoje.

Buenos Aires, mais que amada

Tuas ruas correm no meu sangue.

E é por isso que deixar-te tem me despedaçado.

Em cada esquina, cada casa antiga, cada café

Que talvez eu não veja mais

Vai ficando uma parte minha.

Teu perfume,  ar que eu respiro

Queria poder guarda-lo num frasco.

Como o ser apaixonado que não quer partir

E deixa por todos os cantos

Partes da vida que teve com o bem-amado.

Deixo partes minhas

para marcar o caminho de uma possível volta

Que talvez nunca aconteça.

Buenos Aires, cidade mais que amada

Sabes bem que o Amor, não é para teoricos

E eu te amo de alma rasgada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s