Micro contos

Um desejo: dar à minha saudade um par de asas.

O Amor não é para teóricos.

Teus olhos tem a cor do mar em dias de tempestades, e é por isso que os amo.

Não era uma chuva fina, era a tristeza que escorria pelas janelas.

Tragédia Existencial: passou a vida usando belos sapatos, quando seus pés sempre quiseram correr descalços na areia.

Era pássaro , mas passou a vida numa concha.

A lembrança que tenho da primeira vez que meus pés tocaram o mar, aos 2 anos de idade, foi a certeza que havia encontrado o elemento para diluir-me.

Ele teve a coragem de passear no meu labirinto, mesmo sabendo dos espinhos, pela promessa de sentir o perfume de uma dama-da-noite em noite estrelada.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s