ativismo, Ditadura Nunca Mais, Uncategorized

O mundo além do maniqueismo nosso de cada dia

Há muitas decadas atrás um de meus avôs fugia do nazismo na Europa, nao sobrou quase ninguem da familia dele, a nao ser um filho e uma irma que já morava na Argentina.

Há muitas decadas atras um bisavô meu fugia do antissemitismo que começou a infestar Marrocos.

Há decadas atras meu sogro fugia com sua familia da Russia, sua cidade foi invadida pelos nazistas e depois retomada pelos russos, mas neste tiroteio, varios russos que eram apenas gente que morava lá eram tidos como traidores. Seu pai resolveu fugir com esposa e filhos.

Há muitas decadas atras os pais de minha sogra fugiram da Armenia, durante o genocidio armenio feito pelso turcos.

Hoje eu tenho medo de voltar ao meu pais, do qual estive afastada por 2 anos. Percebo o mesmo padrão de massas raivosas dominar o Brasil, assim como já aconteceu em outros países, em guerras, em revoluções. São cidadões comuns, gente que vai na sua casa pra churrasco, vem visitar sua filha quando ela nasce, mas uma vez que vestem seus uniformes são capazes de atrocidades. A banalização do Mal em sua mais alta expressão. Hannah Arendt sempre tão atual.

Eu pensei,  que depois de tantas desgraças teríamos, como humanidade , aprendido algo. Mas não , somos infinitamente imbecis. Fazemos do ódio, do medo, da ignorancia nossa bandeira. Um cerebro tão maravilhosos para que? Como um amigo escreveu esta semana: ignorantes estao fadados a repetir a História, nós que estudamos História somos fadados a ver ignorantes repeti-la. Vista seu uniforme e vá participar do grande duelo no Coliseu, não percam a final onde o time verde-amarelo versus vermelho se enfretarão, haverá sangue e pipoca !!! Panis et circenses

Vivi para ver o dia em que amigos queridos jogaram no lixo a racionalidade. Também não estou feliz com tudo isto que passa no meu pais, mas não posso me deixar vencer por este ódio cego. Meu cerebro nao pode conceber que nao exista outra saida , que nao podemos fazer algo que nao implique em ferir uns aos outros, uma saida para além de tanto ódio cego.

Estou me afastando de alguns amigos, na esperança que voltem a sensatez que um dia tanto admirei neles. Me dói mais ver o que o ódio tem tirado deles mais do que estes politicos tem tirado do país. Pq podemos refazer nosso país, mas nao sei se este caminho do ódio cego que as pessoas tem tomado terá volta.

Algo esta se partindo, algo já esta partido.

É possivel exercer a cidadania sem apelar para a violência. Eu participo de uma ONG e já conseguimos muitas vitórias referentes a direitos das mulheres. Nenhum politico foi subornado, foi um trabalho de muita gente, muito suor, muito comprometimento. Mas é tão mais fácil quando temos um Salvador e não precisamos pensar, alguem que resolverá todos nossos problemas como mágica. Isto denota nossa carater infantil, pouco crítico, pouco racional.

Gente pedindo a volta da ditadura, por amor a deusa onde isto pode nos levar? Isto nao é combate a corrupção, simplesmente porque ditaduras também são corruptas, só que não se escuta denuncias de corrupção na Coreia do Norte, como nao se escutava-se na ditadura que começou em 64. Pessoas morreram, foram torturadas, estupradas, foi o dominio do terror.

O choro na garganta me acompanha todos os dias, triste por deixar um lugar que eu amo, triste por ver meu país afundar na irracionalidade e no ódio.  Faltou muita aula de História, faltou muita empatia, faltou muito pensamento crítico.

 Imagem de Michel Gherman

binar

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s