Saudade

(portuguese/english)

Ninguém sabe ao certo a origem da palavra saudade, uns dizem que vem do latim e deriva de solidão Talvez seja por isso que é possivel sentir saudade e estar rodeado de pessoas. Saudade é quando a melancolia cristaliza no peito e o coração mal consegue pulsar. É quando ficamos loucos e pensamos reconhecer no vento que murmura a voz do amado. É quando o olhar procura avidamente por qualquer pista , qualquer pedaço, qualquer rastro, qualquer migalha de lembrança que aplaque aquela sangria.

A saudade as vezes é uma dor fina, um riacho triste ,mansa, constante. As vezes nos rasga como uma tempestade. Quando a saudade se torna insuportável eu mergulho no mar, eu peço colo a Iemanjá, ali imersa, escutando as ondas quebrarem, eu choro. Eu creio que o mar contém todas as saudades do mundo.

Eu pegaria um avião e atravessaria o planeta para beijar tua boca e me ver nestes teus olhos cor de mar quando a tempestade chega. Eu que já andei por toda parte me procurando, me perdi em tantos labirintos, foi em tua mirada que me encontrei, e como narciso apaixonado ali fiquei. Eu te sonho todo o tempo. Me amas? Tenho um colar de perolas feitas de saudade e fico na janela a te esperar, a olhar para Vaghe Stelle Dell’Orsa.

………………………………………………………….

No one knows for sure the origin of the word saudade, some say that it comes from Latin and derives from word solitude Perhaps is the reason that it is possible to feel saudade and to be surrounded by people. Saudade is when melancholy crystallizes in the chest and the heart can barely beat. It is when we become crazy and think to recognize in the wind that murmurs the voice of our beloved. It is when the glance hunts eagerly for any clue, any piece, any trace, any crumb of memory that coagulate that bleeding.

Saudade is sometimes a fine pain, a sad, gentle, constant stream. Sometimes it rips us apart like a storm. When the saudade becomes unbearable I dip in the sea, I ask Iemanjá to embrace me,  immersed into the sea, listening to the waves break, I cry. I believe that the sea contains all the saudade of the world.

I would get on a plane and cross the planet to kiss your mouth and see me your eyes with the collor of the sea when the storm comes. I already walked everywhere looking for me, lost in so many labyrinths, it was in your eyes that I met myself, and as a passionate  narcissus I stayed there. I dream you all the time. Do you love me? I have a necklace of pearls made of saudade and I stand at the window waiting for you, looking at Vaghe Stelle Dell’Orsa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s