Receitas, receitas&memories

Pirozhki

Portuguese/English

É uma das receitas de origem russa que eu mais gosto, minha avó fazia com carne, eu comia como se não houvesse amanhã . Pirozhki é o plural de pirozhok e pode ser traduzido como “pequena torta”. É impossível comer um só deles. A receita que estou compartilhando é feita com repolho, mas existe a versão feita com batatas, com carne e algumas com peixe, todas são deliciosas. Separe uma tarde para fazer pois dá trabalho. Colocarei mais fotos nas proximas semanas, pois não tirei fotos da preparação, somente a final. E virou o lanche que minha filha mais gosta de levar pra escola.

It is one of the Russian recipe that I like more, my grandmother made with meat, I ate as if there was no tomorrow. Pirozhki is the plural of pirozhok and can be translated as “little pie”. It is impossible to eat only one. The recipe I am sharing is made with cabbage, but there is the version made with potatoes, with meat and another made  with fish, all versions are delicious. Set aside an afternoon , this recipe takes time. I will post more photos  next weeks, because I did not take photos from the preparation, only the final pic. Pirozhki turned into the favourite snack of my daughter, she loves to take them to eat at school.

Ingredientes Massa:

  • 1 1/2 xícaras de leite
  • 3 colheres de sopa de manteiga derretida
  • 1 ovo grande
  • 1/2 colher de fermento biológico seco
  • 1/2 colher de sopa de açucar
  • 1/4 de colher de sopa de sal
  • 2 1/2 a 3 xícaras de farinha de trigo

Ingredientes para o recheio:

  • 1/2 repolho medio cortado finamente
  • 2 cenouras médias raladas
  • 1 cebola grande picada
  • 5 a 7 cogumelos fatiados fino
  • 1 pimentão vermelho cortado finamente
  • 1 colher de chá para de sal, para pimenta do reino e para paprica picante (pode colocar mais dependendo do gosto, se quiser mais picante ou não)
  • 3 dentes de algo cortados bem fino
  • óleo para refogar (pode ser canola, girassol, etc.

Ingredients for  Dough:

  • 1 1/2 cups milk
  • 3 tablespoons melted butter
  • 1 large egg
  • 1/2 tablespoon dry active yeast
  • 1/2 tablespoon sugar
  • 1/4 teaspoon salt
  • 2 1/2 to 3 cups all-purpose flour

Ingredients for Filling:

  • 1/2 small head of cabbage, shredded
  • 2 medium carrots, grated
  • 1 large sweet onion, diced
  • 5 to 7 white mushrooms, diced
  • 1 large red bell pepper, diced
  • 1 teaspoon each: salt, ground black pepper, smoked paprika
  • 3 garlic cloves, finely minced
  • 4 cups canola oil, if frying

Modo de preparo:

  1. Aqueça um pouco o leite até amornar, Coloque numa vasilha grande e adicione o açucar e o fermento, misture. Deixe  descansar por uns 5 minutos (para o fermento começar a agir). Misture então, o sal, o ovo e a manteiga até homogenizar. Adicione lentamente a farinha, já peneirada, uma xícara por vez e mexendo (adicione um pouco, mexa, adicione mais e assim por diante). Até obter uma massa macia e homogenea. trabalhe a massa numa bancada até que fique bem macia. Transfira para um bowl com óleo, cubra e deixe descansar por mais ou menos uma hora, num local mais aquecido (eu uso o microondas com um copo de agua quente), até a massa dobrar de tamanho. A massa pronta deve dividida ao meio, as duas metades cortadas ao meio até que se obtenha 16 pedaços, que devem ser trabalhados com o rolo de massa numa superficie enfarinhada, deixar com uma espessura de no max 1 cm , formato quadrado.
  2. Enquanto isso prepare o recheio. Aqueça uma frigideira grande , coloque o óleo e em fogo médio refogue a cebola e a cenoura, até dourarem. Acrescente o pimentão, o alho e os cogumelos, cozinhe por mais 5 minutos. Em uma outra panela maior, coloque esta mistura e o repolho, os temperos (sal, pimenta e paprica) e  misture bem. Deixe no fogo com a tampa de 18-20 minutos, até que o repolho fique macio. Durante este tempo acerte o tempero se necessário. Transfira para um bowl ou a frigideira que usou e deixe esfriar. O recheio ve ser usado frio.
  3. Coloque óleo numa panela mais funda, o suficiente para cobrir (mais ou menos uns 5 cm, depende da panela), o’óleo deve ser  aquecido no fogo médio/baixo.
  4. Para cada pirozhok deve ser usado uma massa de mais ou menos 15cm, no centro colocar 2 colheres de recheio, entao fechar as bordas do meio até as laterais  pinçando (devem ser muito bem coladas para não abrir).
  5. Frite um por vez no óleo já quente, de mabos os lados até que fiquem dourados. Coloque num prato com papel absorvete. Depois é só arrumar e servir.

Instructions:

  1. Warm milk in microwave or on stove top until lukewarm to touch. Pour into a large bowl and whisk in sugar and yeast. Let the mixture stand for 5 minutes. Whisk in the salt, egg, and melted butter until smooth. Gradually start adding flour 1 cup at a time, forming a very soft but not sticking dough. Turn out onto well-floured work surface and knead for several minutes until smooth. Place dough into large, oiled bowl and cover with towel. Let dough proof until doubled in size, about 1 hour. Punch dough down and divide into 16 even pieces. Keep on well-floured surface and covered.
  2. Meanwhile, prepare the filling. Heat a large frying pan with several tablespoons of canola oil to medium heat. Add carrots and onion and sauté until golden brown. Add bell pepper, garlic and mushrooms to pan and continue cooking for another 5 minutes. Place mixture along with cabbage and seasonings into large pot or Dutch oven and stir until well combined. Cover with lid and braise over medium/low heat for 18 to 20 minutes until cabbage is tender. Remove from heat and let cool before using.
  3. Pour oil reserved for frying into a large, flat deep sauté pan so it comes up 1-inch. Heat over medium/low heat.
  4. For each piroshok, roll out 1 piece of dough on floured surface into 6-inch circle. Place approximately 1/4 cup filling in the center of prepared dough and seal dough on the top by pinching together and bringing sides in (resembles a large, flat dumpling).
  5. Place piroshky 2 to 3 at a time into the hot oil, seam-side down first. Fry over low/medium heat, several minutes on each side until golden brown. Remove onto paper towels to drain excess oil and cool before serving.

 

Eu usei o repolho roxo, mas creio que esteticamente o repolhe verde fica melhor. O gosto é o mesmo.

I used red cabbage, but I think aesthetically it gets better with green cabbage The taste is the same.

 

20171116_100757

Anúncios
Uncategorized

Tortillas Buena Onda

Fazia tempo que eu estava querendo fazer um jantar mexicano, mas sem aquelas coisas já pré prontas e industrializadas. Então, bolei um jantar bem simples mas delicioso com dois pratos típicos de lá : guacamole e tortillas de carne.

Seguem minhas receitas

 TORTILLAS

Ingredientes para a massa:

  • 625 g de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 2 colheres (chá) de fermento em pó
  • 1/4 colher (chá) de sal
  • 350 ml de água fervente

Modo de preparo:

  1. Em uma vasilha grande, misture a farinha de trigo, o fermento e o sal. Junte a manteiga aos ingredientes secos. Pouco a pouco, adicione a água e mexa a massa com as mãos, até que conseguir formar uma massa macia. Talvez você não precise usar toda a água.
  2. Em uma superfície enfarinhada, sove a massa por alguns minutos até que ela fique mais macia e elástica. Transfira a massa para a vasilha grande e pincele-a com óleo. Cubra a vasilha e deixe que a massa descanse por 20 minutos. Eu deixo dentro do microndas com um copo de 200ml de agua quente (minha estufa caseira).
  3. Faça bolas do tamanho de bolas de golfe. Abra cada bola de massa no tamanho e na espessura que desejar, formando as tortillas.Nao deixe muito grossas pois ficam mais dificeis de colcoar o recheio.
  4. Em uma frigideira pesada, de ferro já quente, coloque 1 tortilla de cada vez. Quando começar a formar bolhas, vire-a e cozinhe por 1 a 2 minutos. Mantenha as tortillas empilhadas e embrulhadas em um pano de prato limpo, para que fiquem aquecidas.
  5. Como a receita dá para muitas tortillas se vc preferir não fazer todas, podem ser guardadas na geladeira (coloque entre uma e outra um filme plastico, e feche bem para não entrar ar, pode ser com um pacote de zip ou mesmo em filme plastico bem embalado)

Ingrediente do recheio:

  • 500 gr de carne picada com a faca em pequenas tiras.
  • 2 colher de massa de tomate
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 4 colheres (sopa) de milho cozido (opcional, eu usei de lata mesmo)
  • sal
  • pimenta jalapeno picada sem sementes (se não tiver, use algum molho de pimenta, 1 ou 2 colheres dependendo do quanto quiser de picante)
  • queijo cheddar ralado
  • alface cortada em tiras bem fininhas (opcional)

Modo de Preparo:

  1. Frite a cebola no azeite até quase ficar transparente. Acrescente o alho e a pimenta japeno e deixe dourar (se não tiver a pimenta, adicione o molho de pimenta junto com a massa de tomate -item 2).
  2. Acrescente a carne e o molho de tomate. A carne costuma soltar liquido, quando já estiver quase secando, acresdente agua até cobrir a carne. Tempere com sal.
  3. Acrescente o milho
  4. Deixe cozinhar até secar. Teste o tempero durante o cozimento e ajuste se necessário. A carne deve estar macia e picante.

Como montar:

  • Em cada tortilla já assada, coloque 2 colheres de sopa da carne, um pouco de cheddar.
  • Após preparar a quantida que deseja, leve ao forno por 2 minutos para que o queijo derreta
  • Tire do forno, coloque a alface já picada. Sirva.

 

GUACAMOLE

Ingredientes:

  • 3 avocados amassados com o garfo
  • 2 tomates sem sementes, picados em cubinhos
  • 1 cebola média roxa picada
  • sal e pimenta
  • suco de 1 limão (mais ou menso 40 ml, mas pode ser mais, eu vou provando e acrescento se necessário)
  • salsinha picada na hora

Modo de Preparo

  1. Misture bem o tomate e a cebola ao avocado já amassado.
  2. Acrescente o suco de limão, o sal e a pimenta. Ajuste se necessário
  3. Acrescente a salasinha
  4. Leve a geladeira por mais ou menos uma hora (eu prefiro gelado, mas pode servir assim que preparar).

20171103_195203

Receitas

Kali’s Dream Curry

Do panteão dos deuses da mitologia hindu, Kali é minha predileta. Kali ou Kalica se origina da raíz em sanscrito da palavra Kala, que significa Tempo. Kali veio antes do Tempo existir, é a Grande Mãe. Os seus tres olhos representam o passado, o presente e o futuro. Em uma de suas mãos carrega uma espada com uma cabeça que ainda sangra, a espada foi usada em uma grande batralha onde venceu o demonio Raktabija. Kali é a deusa do sexo, do renascimento, ela e somente ela pode vencer a morte, pois atráves dela a criação emerge e eventualmente se dissolve.

Kali por todas suas características une o picante com algo de doce, daí criar esta receita com varios tipos de temperos picantes, com gengibre e com leite de coco. Já o peixe é muito utilizado como oferenda a deusa nos templos onde ela é cultuada.

Kali

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes :

500 gr de file de peixe branco cortado em cubos

1 cebola média cortada a brunoise

1 pimentão amarelo  cortado em tiras

2 tomates cortados em tiras e sem sementes

1 colher sopa de sementes de mostarda

2 colheres de sopa de curry picante

1 colher chá de curcuma

1 colher de chá de pimenta cayena

2 colheres de sopa de gengibre picado

3 dentes de alho picados

200 ml leite de coco

sal a gosto

100 ml de agua

coentro picado para decorar

Modo de Preparo:

  1. Numa pequena frigideira, sem azeite coloque os grãos de mostarda  até começar a “estourar”. Isto ativa o sabor da mostarde. Reserve.
  2. Adicione a cebola e o pimentão no azeite, até que comecem a ficar macios. Adicione o alho e o gengibre depois (a cebola e o alho fritam em tempos diferentes, se colocarmos juntos o alho queima e dá um gosto amargo).
  3. Adicione agua , o curry, curcuma, pimenta cayena e o sal misture bem. Deixe reduzir um pouco , uns 5 a 7 minutos em fogo médio, até reduzir pela metade a água
  4. Acrescente o leite de coco e a mostarda. Mexa bem
  5. Acrescente o peixe e deixe em fogo baixo até cozinhar e reduzir o líquido (cerca de 20 a 25 minutos)
  6. Ao servir , coloque o coentro (picado na hora) por cima para decorar.

 

Pode ser acompanhado com arroz jasmin com castanhas ou pão naan (de preferncia o leva folhas de hortelã)

20171102_091204

 

E para ouvir , o delicioso mantra da deusa Kali. Este mantra é conhecido por trazer concentração para os estudos, e para as mulheres, traz fortaleza e coragem para alcançar seus objetivos no mundo dominado por homens. Também afasta demonios que por ventura tentem impedir sua caminhada.

„Om Jayanti Mangala Kali,
Bhadrakali Kapalini,
Durga Kshama Shiva Dhatri,
Svaha Svadha Namostuthe.”

 

Receitas, receitas&memories, Uncategorized

Habemus Hummus

“Homus” como se fala em portugues, é uma palavra árabe (حمّص ḥummuṣ) que significa “grão-de-bico” e o nome completo do preparado em árabe é حمّص بطحينة ḥummuṣ bi ṭaḥīna, que significa “grão-de-bico com tahine”. É uma de minhas receitas preferidas.

Não se sabe exatamente sua origem, mas existem registros de um prato semelhante em um livro de receitas encontrado na cidade do Cairo, Egito, no século XIII.

É facil de preparar e combina com paẽzinhos, torradas, para fazer sanduiches e eu adoro para acompanhar kéfte. Só que deve ter um pŕe preparo de um dia de antecedencia. Segue  minha receita:

Pré Preparo

Um dia antes deixe num bowl 200 gr de grão de bico. No dia seguinte, cozinhe o grão de bico ate ficar bem macio, não jogue a agua fora. Escorra o grão de bico e reserve, deixe a água onde ele foi fervido em algum recipiente de reserva também.

Ingredientes

200 gr de grão de bico  já cozidos

4 dentes de alho (se voce não gosta tão picante, coloque só 2 dentes)

80 ml de suco de limão espremido na hora

2 colheres de sopa de tahine

1 colher de sopa de sal

1 colher de azeite de oliva

Água onde o grão de bico foi cozido.

Sumac

Modo de preparo:

Coloque num liquidificador o suco do limão, o tahine,o azeite de oliva, mais ou menos meia xícara da agua do cozimento, metade da quantidade do grão de bico e o sal. Bata até obter um creme, se estiver muito liquido adicione o restante do grão de bico, caso perceba que está muito dificil para bater no liquidificador acrescente um pouco mais da água do cozimento. É ela que vai dar o ponto, atenção para não colocar demais, senão o hummus fica muito pastoso para liquido, a dica é colocar aos poucos e ir batendo no liquidificador.

Coloque num recipiente e leve a geladeira, ele é melhor gelado. Eu gosto de polvilhar sumac por cima, dá um visual bonito além de acrescentar um gosto exótico.

20171023_191033

E para ouvir enquanto se cozinha, a voz deliciosa de Souad Massi

Gastronomia, Mon Bistro, Receitas, receitas&memories

Muffin Billie Holiday

Quando a filha com as bochechas mais macias e deliciosas pra apertar, pede bolinho de chocolate a gente faz né? Não tem como dizer não. Eu prefiro as receitas em com medidas em gramas e mililitros, porém todo meu equipamento de cozinha, incluindo a balança, ainda estão no porto de Auckland, esperando para serem liberadas. Mais pra frente devo trocar todas estas medidas no blog para facilitar quem quer repetir as receitas em casa.

Da série: ainda vou ter um restaurante cujo menu será só com nomes de mulheres fantásticas.

20170921_161705

Ingredientes:

  • 2 xícaras de farinha
  • 1 xícara de chocolate em gotas (ou picado)
  • 1 xícara de açúcar
  • 1/2 xícara de cacau
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 ovo
  • 1 colher (chá) de baunilha
  • 1 xícara de iogurte
  • 1/2 xícara de leite
  • 1/2 xícara de óleo

 

 

 

Modo de preparo:

Pré aqueça o forno enquanto prepara a receita.

Num bowl misture 3/4 xícara de gotas de chocolate, açúcar, cacau em pó e bicarbonato numa tigela. Em outro bowl misture o ovo, baunilha, iogurte, leite e óleo. Junte o conteúdo dos dois bowls e bata por 2 minutos em velocidade média até ficar homogêneo.

Coloque a massa nas forminhas, até 3/4 da altura, coloque as gotas de chocolate restante nas forminhas por cima da massa.

20171003_153119

 

Leve ao forno por 20 minutos (200°C), e espere esfriar para desenformar.

Com um café ou com um chá fica ótimo, e acompanhado com chutney de manga fica exóticamente delicioso. Voilá.

20171003_161730

 

Para ouvir:

 

Gastronomia, Musica, Receitas

Purê de Abóbora com Gengibre

Conta uma lenda indígena que de foi de dentro de uma abóbora saiu todo o mar que conhecemos, uma estória que contarei mais tarde. O gengibre,este ingrediente picante, insinuante,suculento, quase como um carinho de gato, que as vezes machuca mas é tão delicioso. O gengibre é considerado afrodisíaco , o kama Sutra o descreve com efeito de despertar a energia sexual. Nada mais interessante que unir o sexo e o mar e servi-los a mesa.

Ingredientes:

750 gr de abóbora cozida e amassada (eu uso garfo ou fuet para amassar)

80 gr de ricota (tenha um pouco a mais se precisar melhorar a cosnsistencia do purê)

1/2 xícara de cebolinha picada (e mais um pouco para enfeitar se voce desejar)

1 colher de sopa  de gengibre em pó

sal e pimenta branca moida na hora

Modo de preparo:

A abóbora pode ser cozida tanto em agua fervente como no forno (no forno ela também fica macia e perde menos nutrientes, mas  atenção para não queima-la , senão fica um sabor residual levemente amargo).

Amasse os pedaços de abóbora com um garfo ou fuet, acrescente o gengibre, a cebolinha, o sal e a piementa. Misture bem, acerte os temperos se necessário. E é isto, simples e delicioso.

Na foto, está acompanhando hamburguer de lentilhas e salada. Estou desenvolvendo um menu vegano/vegetariano. Os hamburguer aindam estão em teste para ficar com uma consistencia mais adequada, assim que desenvolver a receita , compartilho com voces.

pure de abobora

Sugestão de musica para cozinhar:

L’amour c’est la mort
qui ouvre la porte
je vois, que tu sors
avec le sourire
L’amour c’est une voile
pleine d´étoiles
il faut, que tu ailles
chercher les yeux gris
partout…

 

cinema, Gastronomia, Receitas

Purê Lemonade

Purê de batata é uma de minhas comidas favoritas, eu como até sem acompanhamentos. Comia de lanche da tarde quando era pequena. Mas o que é bom sempre pode ficar melhor né? Ano passado eu aprendi esta receita deliciosa, em alguns dias colocarei a foto. Acompanha muito bem carnes, peixes e frango dependendo do tipo de molho que usaremos , a harmonia dos sabores é o que vai pesar. Além disso, para dias de calor, é muito refrescante.

Ingredientes:

700 gr de batatas cozidas (podem ser com ou sem casca)

Raspas de um limão

Suco de  2 limões médios

300 ml de creme de leite fresco (tenha um pouco a mais no caso de precisar para dar o ponto)

sal e noz moscada

Modo de Preparo

  1. Amasse as batatas com uma amassador de batatas  ou se quiser algo mais rústico, deixe-as com a casca e use um fuet para amassa-las (ficaram com pequenos pedaços, não fica tão homogeneo quanto no amassador). Tempere com sal. Reserve.
  2. Num bowl coloque o creme de leite e o suco de limão, em cerce de 30 segundo ele deve coalhar, misture com uma colher, agregue parte das raspas de limão.
  3. coloque este creme de leite no bowl com as batatas e mexa até misturar bem, se voce quiser uma consistencia mais líquida coloque mais creme de leite fresco (eu prefiro mais durinho, do tipo : não cai da colher)
  4. Rale noz moscada por sobre o pure, misture mais uma vez. Acerte o sal e se necessário a noz moscada. Enfeite com o restante das raspas de limão.

Dica: o tipo de limão pode deixar mais ou menos acido, limão siciliano é mais suave, vale testar com todos e decidir qual se adequa mais ao seu paladar.

Como vou ficar devendo a foto, deixo com voces o link de uma musiquita deliciosa, tema do filme Lemon Tree. O filme, que vale muito a pena de ser visto, trata da história de Salma, uma palestina viúva. Ela vive do pomar de limões que possui na Cisjordânia, criado pelo pai dela 50 anos antes. Salma entra em conflito com o ministro da defesa de Israel, quando este se muda para o lado de sua propriedade. Salma, uma personagem que mistura a doçura, melancolia, fortaleza e delicadeza, ela é o próprio limoeiro em flor.

 

 

Interessado(a) em saber mais sobre a origem da batata, clique aqui